A

adoção de cachorro ou gato é a principal opção dos brasileiros. Um recente levantamento da Guiavet mostrou que mais de 40% dos pets no país são vira-latas. Ter um bichinho de estimação em casa é uma verdadeira alegria, contudo é preciso estar ciente de que existe um compromisso assumido com esse novo companheiro. Como se preparar para receber o novo morador da casa? Continue lendo o artigo para descobrir.

Opte pela adoção responsável

A adoção responsável pode ser entendida como a guarda de um animal de modo a zelar por sua saúde, alimentação e segurança. Em termos mais detalhados, podemos considerar que uma adoção responsável implica as seguintes ações:

  • Fornecer boas condições ambientais
  • Manter o pet alimentado e saudável
  • Realizar os cuidados de higiene regularmente
  • Manter a vacinação em dia
  • Limpar diariamente a área onde vive o animal


Preparativos para adoção de cachorro ou gato

Alguns cuidados devem ser tomados para facilitar a adoção responsável e ter em casa um bichinho feliz e saltitante, bem como garantir a paz e harmonia de toda a família. Desse modo, vamos apresentar algumas dicas que facilitam o processo de adoção:

1 - Escolha o pet de acordo com o que você pode oferecer

Avalie o temperamento de animal que você pode acolher. Não importa se é gato ou cão, o intuito é perceber se ele terá boa adaptação na sua casa. Por exemplo, se você mora em apartamento, é aconselhável que seja um bicho mais calmo, pois há menos espaço.

2 - Preocupe-se com a castração

Dê preferência para adoção de cachorros e gatos já castrados. Caso não seja possível, veja as possibilidades para providenciar esse processo o quanto antes. Lembre-se de que a gatas e cadelas podem ter em torno de 10 filhotes em uma só gestação.

3- Faça o planejamento financeiro antes

Antes de adotar, faça um levantamento de gastos. Além de ração e vacinas, podem ocorrer problemas e doenças que exigem tratamento com o acompnahamento veterinário e medicamentos. Sem falar na reserva para situações de urgência e emergência, que não são previsíveis.

4 - Comprometa-se com essa vida

Os nossos animais de estimação vivem, em torno, por 15 anos. Essa expectativa pode ser maior ou menor de acordo com raça, porte e condição de saúde. Portanto, saiba que esse é um companheiro de longa temporada que dependerá exclusivamente dos seus cuidados.

5 - Crie sua rede de suporte

Faça um levantamento dos pet shops próximos à sua casa e escolha um médico veterinário de confiança. Visitas mais frequentes costumam ser para cuidados de higiene, como banho, tosa e corte de unhas.

6 - Dê muito amor!

Os animais se apegam muito aos tutores e, se forem abandonados, vão sentir muita falta, podendo inclusive entrar em profunda depressão. Por isso, nada de desistir depois da adoção de cachorro ou gato. Pense muito bem antes.

Adotar um pet é uma grande responsabilidade. Precisamos estar totalmente cientes das nossas obrigaçõe e avaliar se realmente podemos oferecer todo conforto e cuidado possível. Se você está apto(a) a assumir todas essas responsabilidades, o próximo passo é ter um amigo que vai estar sempre do seu lado e te amar incondicionalmente. Adote de forma consciente e seja muito feliz com seu novo pet.

Faça nosso quiz e descubra mais

Quer saber mais como cuidar bem do seu pet? Fizemos um quiz para testar seu nível de conhecimento sobre os cuidados básicos com cães e gatos. Se você é tutor de primeira viagem, clica aí.

E aí, se saiu bem no quiz? Tem alguma dúvida? A Guiavet pode te ajudar! Faça o cadastro do seu pet e nos envie uma mensagem!

Postado em
June 21, 2021
na categoria
Bem-estar

Mais artigos em:

Bem-estar

ver todos