A

A raça de cachorro Bulldog Americano tem ganhado popularidade aqui no Brasil e pode ser confundida com outros tipos de raças devido à semelhança física. É um cão forte, valente e ótima companhia. Quer saber mais sobre a raça e como cuidar de um Bulldog Americano? Continue lendo! Tenho certeza de que você vai se apaixonar por ele.

Origem do Bulldog Americano

O Bulldog Antigo ou Original vivia na Inglaterra do século 17 e era utilizado para brigas com touros, outros cães e até ursos. Quando essa prática foi banida, a raça quase deixou de existir. Em solo britânico, sofreu alterações até se transformar no muito conhecido Bulldog Inglês. 

Já Bulldogs Antigos que foram levados para os EUA, na época de 1700, mantiveram as características originais, recebendo o nome de Bulldog Americano. Eles eram usados para capturar gados e porcos em fazendas na parte sul do país.Após a Segunda Guerra Mundial, essa ração de cão foi praticamente extinta. Mas graças ao empenho dos fazendeiros John D, Johnson e Alan Scott, esse cachorro voltou a ter popularidade no país.

Reconhecido pela Confederação Brasileira de Cinofilia

A Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) estabelece padrões de raças, emite registros, pedigrees, além de promover exibição e premiação para cães de raça pura no Brasil. Todas as raças são divididas em grupos, e o Bulldog Americano pertencente ao grupo 11 - não sendo reconhecido ainda pela Federação Cinológica Internacional (FCI).

Características físicas do Bulldog Americano

Antes de te falar sobre as características gerais, vamos entender primeiro quais os tipos de Bulldog Americano existem. Na história de origem, dois fazendeiros foram essenciais para que essa raça de cão não fosse extinta, e as variações da raça receberam os nomes deles.

  • Johnson → cabeça grande e larga, com focinho mais curto, maior, mais pesado e mais corpulento.
  • Scott → mais baixo e leve, com o corpo mais atlético e elegante, com focinho menos curto.

Sobre as características físicas gerais:

  • O Bulldog Americano tem o corpo robusto, musculoso, peito largo, costelas arqueadas, com porte médio a grande. A cabeça é grande e quadrada, apresentando a condição de braquicefalia, o famoso focinho curto. Seus olhos são redondos e de tamanho médio, normalmente castanhos. As orelhas têm formato triangular ou de V e podem ser totalmente caídas ou um pouco levantadas. Os pelos são curtos e brilhantes com cores variando entre o branco, branco tigrado e caramelo. Para estar de acordo com o padrão dessa raça de cachorro, a ponta do focinho deve ser sempre preta.

Personalidade do Bulldog Americano

O Bulldog Americano é um cão corajoso, forte, confiável e muito fiel à sua família humana. Ele não mede esforços para proteger seus tutores, justamente por ter esse apego e afeto grandes. Essa raça de cachorro se dá muito bem com crianças, pois gosta de brincar e é resistente Mesmo assim, deve-se ter o cuidado de não deixá-los brincando sozinhos, sem a supervisão de um adulto, pois a criança pode acabar machucando o cão, ou vice-versa, já que é uma raça muito forte.

É um cachorro muito obediente, porém o treinamento deve começar desde cedo e ser constante. Você precisa ter muita paciência, além de utilizar as técnicas baseadas no reforço positivo. Como se trata de uma raça inteligente, essa missão não será impossível.

Por querer proteger sua família humana, a socialização com outras pessoas e animais desde filhote é essencial para ele não estranhar e atacar um convidado ou amigo. Se não tem confiança para adestrar sozinho, é super indicada a contratação de um profissional.

Saúde do Bulldog Americano

Mesmo sendo uma raça rústica e que precisa de poucos cuidados, ela pode apresentar algumas doenças, como:

  • Catarata: alterações na lente dos olhos, podendo levar o cão à cegueira.
  • Dificuldade no parto: por ser uma raça braquicefálica,  no parto, a cadela pode sofrer sobrecarga cardiorrespiratória devido às contrações uterina e musculares para expulsão do feto.
  • Displasia coxofemoral (quadril) e cotovelo: degeneração nas articulações do quadril e do cotovelo. Normalmente, é genética e agravada pelo ambiente e peso do cão.
  • Epilepsia: doença no sistema nervoso que não tem cura e leva o cão a ter várias crises de convulsão. O acompanhamento veterinário é essencial.
  • Estrabismo: distúrbio nos olhos, que não conseguem ficar direcionados para o mesmo sentido.
  • Hipotireoidismo: doença endócrina muito comum em cães que causa uma deficiência dos hormônios tireoidianos, afetando todos os sistemas do organismo.
  • Insuficiência cardíaca: quando o coração perde a capacidade de bombear o sangue para todo o corpo. O cão pode apresentar tosse, falta de apetite, dificuldade em respirar, emagrecimento e desmaios.
  • Sarna demodécica: conhecida como sarna negra ou vermelha, essa doença de pele é causada pelo ácaro Demodex, que vive nos folículos pilosos (base dos pelos) quando o cachorro tem uma queda de imunidade.
  • Problemas respiratórios: o focinho curto leva a uma respiração mais dificultada, e o Bulldog Americano pode roncar durante a noite.
  • Surdez congênita: antes das 6 semanas de vida, é possível identificar a surdez, um problema genético.

Cuidados com o Bulldog Americano

Agora, chegou a hora das dicas de como cuidar de um Bulldog Americano. Veja abaixo:

Alimentação: devido ao porte grande, o Bulldog Americano demora um pouco mais para chegar na fase adulta. Por isso, a ração de filhote deve ser oferecida até, aproximadamente, 14 meses de idade. Após isso, o alimento deve ser de qualidade (Premium ou Super Premium) oferecer melhores nutrientes. Optando pela ração ou alimentação natural, ele deve ter acompanhamento veterinário.

Baba: essa raça de cachorro costuma babar bastante, então fique atento e limpe r o rosto dele para não ficar todo molhado.

Banho: os banhos não precisam ser muito frequentes. A cada 15 ou 20 dias, já é suficiente. Não se esqueça de usar apenas produtos próprios para pets.

Calor: cuidados com dias muito quentes. Cães costumam controlar a temperatura por meio da respiração, e como essa ração é braquicefálica (possui focinho curto), a respiração em dias quentes pode ser mais dificultada. Evite exercícios físicos muito  puxados também.

Dentes: escovar os dentes é muito importante para evitar o surgimento de cáries e tártaros. Tente escovar, pelo menos, 1 vez por semana. O ideal é 1 vez por dia.

Espaço: por ser uma raça de porte grande, é um cão que precisa de espaço. Caminhadas fora de casa são mais que bem-vindas, mas é importante que ele consiga correr e brincar livremente durante todo o dia.

Exercício: caminhadas, corridas e brincadeiras devem ser incluídas na rotina da raça, pois são animais enérgicos. O hábito ajuda no comportamento em casa, para que não desenvolva hábitos destrutivos. Entretanto, não exagere! Ele também gosta de ter um tempo para descansar.

Filhote: se você vai receber um filhote em casa, ajeite um cantinho especial. Assim, ele se sentirá confortável e se adaptará mais rápido.

Orelhas: uma vez por mês, limpe bem as orelhas do cão. Use produtos próprios para limpeza de pets e algodão. Dessa forma, você irá evitar as otites.

Pelagem: durante o ano, a queda de pelos é moderada, sendo necessário realizar, uma vez por semana, a escovação dos pelos.

Solidão: a solidão é a inimiga dessa raça, que não consegue ficar muito tempo sozinha em casa. Por isso, quem decide ter esse cão precisa adequar sua rotina para dar a atenção necessária para ele.

Unhas: as unhas do Bulldog Americano devem ser aparadas 1 vez por mês. Se crescerem mais rápido, você pode cortar antes.

Veterinário: tenha um veterinário de confiança não só para momentos ruins, mas para evitar que as doenças ocorram. Faça check-ups periódicos para manter a saúde do seu pet em dia.

Curiosidades sobre o Bulldog Americano

  1. Consegue pular até 1 metro a mais do que seu tamanho devido à estrutura muscular forte;
  2. É muito confundido com o Dogo Argentino e American Pit Bull Terrier por causa de algumas semelhanças físicas;
  3. É muito forte e consegue carregar 100 vezes seu tamanho;
  4. É uma raça relativamente nova no Brasil, onde vêm ganhando cada vez mais seu espaço como queridinho em nossos corações.

Gostou de conhecer sobre o Bulldog Americano? A Guiavet pode te ajudar nos cuidados do seu pet, sendo um Bulldog Americano ou não. Faça seu cadastro! Nós te  lembramos de datas importantes de vacinação e medicação contra parasitas por e-mail e SMS. É rápido, prático e totalmente gratuito! 

Para um conhecimento mais aprofundado sobre a raça, você pode dar uma olhada nesses sites:

Postado em
September 7, 2022
na categoria
Raças

Mais artigos em:

Raças

ver todos