P

Presente em todas as cadelas não castradas, o cio aponta que a fêmea está pronta para o período de reprodução. Algumas dúvidas podem surgir durante o ciclo estral da sua cachorrinha e estamos aqui para desvendar todos os mistérios dessa fase. Vamos lá?


O começo de tudo


As jovens cadelas, em média, iniciam o ciclo estral por volta dos 6 meses de idade. Mas saiba que raças de pequeno porte podem entrar no cio antes do que raças de grande porte. Isso ocorre, porque o peso interfere, além da própria raça.


A cadela é considerada monoéstrica. Isso significa que ela vai apresentar apenas um ciclo estral a cada período de tempo. O ciclo se repete a cada 6 meses, mais ou menos. Contudo, dependendo da raça, o cio pode voltar em menos tempo ou mais tempo. Por exemplo: uma Pastor Alemão pode ter seu ciclo a cada 4 meses, já uma Husky Siberiano a cada 11 meses. Isso não é uma regra, então, sabendo disso, sempre mantenha anotado o início e fim de cada cio para descobrir o padrão dela.


As fases do ciclo estral 


Você reparou que tenho usado bastante o termo ciclo estral ao invés de cio. Vou te mostrar o porquê:

  • Proestro → é a fase inicial do ciclo, as cadelas começam a apresentar inchaço na vulva, podendo ter uma secreção avermelhada (não se confunda, isso não é menstruação); os machos já começam a ser atraídos, mas a fêmea ainda não aceita a cópula; essa fase dura de 5-15 dias.
  • Estro → essa fase é a que chamamos propriamente de cio, pois é o período fértil da cadela e quando aceita o macho; ele dura de 3-10 dias. 
  • Diestro → fase de manutenção da gestação, ocorrendo a fecundação ou não, tendo a cadela cruzado ou não, o organismo da cadela, por ação de hormônios, se prepara para uma gestação e dura de 56-90 dias.
  • Anestro → o organismo reconhecendo que não existem, fetos, os hormônios vão diminuindo e a cadela entra no intervalo entre as outras fases. Aqui a cadela “voltará ao normal", ou seja, a vulva desincha, cessa a secreção; essa fase dura 6 meses, podendo ser mais ou menos, dependendo do tamanho e peso da cadela, como comentei mais acima.


Uma curiosidade sobre as cadelas: quando elas ovulam, o ovócito está imaturo. Ele vai maturar após 24-48 horas dentro do útero. Ou seja, é só a partir do 3º-4º dia do estro que todos os ovócitos estarão aptos para receber os espermatozóides. Isso pode explicar também a questão de uns filhotes serem menores que outros, eles começaram a ser formados depois.


Informações importantes


Diferente das gatas, as cadelas não mudam muito o comportamento enquanto estão no cio. As alterações realmente observadas são o inchaço da vulva e a secreção sanguinolenta. Mas algumas podem se demonstrar um pouco mais dengosas ou agitadas. A única hora que podem se mostrar agressivas é quando o macho querer cruzar e ainda não estiver no tempo dela aceitar.

No período do cio a cadela pode ficar mais suscetível a infecções, principalmente do útero, então observe se vai aparecer algum tipo de secreção mais esbranquiçada, com cheiro diferente ou se ela vai começar a ficar mais quietinha, sem apetite. Nesses casos, você deve levar a sua cachorra ao veterinário o quanto antes.


Se você quer que sua cachorrinha dê cria, evite fazer isso no primeiro cio. A maioria das fêmeas ainda não está totalmente preparada fisicamente para passar por uma gestação. Não significa que a sua cadela terá problemas no primeiro, mas todo cuidado é importante.


Se você não quer que a sua cachorrinha tenha filhotes, mas ela tem acesso à rua ou convive com outros machos, faça a castração, depois do primeiro cio e antes do segundo cio. Antes disso pode acontecer má formação da genitália externa, involução do epitélio vaginal, diminuição do tamanho da vulva e maior predisposição a infecções como vaginites, maior predisposição a dermatites perivulvares, especialmente se houver incontinência urinária, justamente porque para se desenvolver, ela precisa dos hormônios.


A castração pode ser realizada durante o cio. Porém, nesse período, há uma quantidade maior de irrigação no trato urogenital, podendo causar hemorragias maiores nesse período. Então, para correr menos riscos, o ideal é que a castração seja feita fora do cio, mais especificamente, no anestro. Leve a sua cachorrinha ao veterinário para que ele faça a avaliação e veja se o cio já finalizou por completo.


Ainda ficou com alguma dúvida sobre todo o ciclo estral da sua cachorrinha? Cadastre ela aqui e nos envie uma mensagem!


Postado em
February 14, 2022
na categoria
Saúde

Mais artigos em:

Saúde

ver todos