O

rigem

O Maltês, também chamado de Bichon Maltês, não tem uma origem certa conhecida, muito provavelmente do Antigo Egito, mas do jeito que conhecemos, da ilha de Malta. O seu nome vem da palavra “màlat” que significa refúgio ou porto, sendo uma palavra de base para vários nomes de lugares marítimos. Há registros da raça em escrituras de Aristóteles (348-322 a.C.), na Grécia (cerâmicas, esculturas e pinturas), Egito, Roma Antiga e República Malta (500 anos a.C). Acredita-se que os ancestrais da raça viviam em portos e cidades marítimas Centrais do Mediterrâneo e eram utilizados como caçadores de ratos e camundongos em depósitos nos armazéns de portos e porões de navios.

No Reino Unido, a raça passou por vários cruzamentos, ganhando uma estatura menor e uma pelagem mais clara. Entre os anos 1800-1877 o Maltês chegou aos Estados Unidos, tendo reconhecimento pelo American Kennel Club em 1888. Já na Inglaterra, a raça foi reconhecida pelo Westminster Kennel Club em 1870. Sua popularidade começou a aumentar em 1950.

Características Físicas

É uma raça de porte pequeno - varia entre 20-28cm de altura, com o peso ideal de até 4kg. De corpo alongado, sua pele costuma ser pigmentada de vermelho e preto. Ele não possui subpelo e a pelagem é longa, densa, lisa, de coloração branca, podendo ter outras tonalidades como marfim e com orelhas e patas um pouco mais escuras. Os olhos são arredondados, bem vivos e atentos. O crânio é um pouco mais longo que o focinho, a trufa é bem preta, com peito amplo e a cauda é espessa na raiz e afina na ponta.

Personalidade

São cães dóceis, afetuosos, inteligentes (o estímulo é essencial), espertos, brincalhões, gentis, cheios de energia, não dispensam um carinho e sempre querem atenção. O Maltês pode ser um pouco teimoso e determinado, mas tem facilidade de aprender, principalmente quando adestrado desde filhote.

Ao mesmo tempo que pode pedir carinho de um estranho, ele pode ser um pouquinho agressivo, quando se torna possessivo com o tutor ou quando fica com medo. É uma raça destemida, geniosa e que consegue conviver muito bem com crianças e outros animais.

Curiosidades

  1. O Maltês é considerado como a raça mais antiga entre os cães do tipo miniatura da Europa.
  2. São encontrados em obras de vários movimentos artísticos. Alguns pintores são: Francisco Goya, Sir Joshua Reynolds.
  3. Na Roma Antiga, já foi elogiado pelo poeta latino do Primeiro Século A.D. Strabon.
  4. Egípcios e europeus acreditavam que a raça tinha poderes mágicos e podiam curar os doentes; por isso esses cães eram colocados ao lado da cama dos enfermos.
  5. Ele pode ter sido adorado pelos egípcios juntamente com o gato, pois há registros de uma estatueta encontrada na cidade de Fayum, no Egito.
  6. Eram animais de estimação da rainha Elizabeth I, rainha Vitória e rainha Maria (Escócia).
  7. Por sua habilidade de caça, ele já foi chamado de “maltese terrier”.
  8. Outros nomes que a raça era chamada são: “cão leão maltês”, “cão de companhia das damas romanas”, “o confortador”, “o spaniel gentil”, “canes malitenses” (nome latino dado por Aristóteles).
  9. O governador de Malta, Publius, tinha uma Maltês chamada Issa e o poeta Marcos Valério Marcial (c. 40-105 a.C.) escreveu sobre ela.
  10.  É uma das raças favoritas de famosos, como as atrizes Halle Berry e Bruna Marquezine, Miley Cyrus.
  11.  O Maltês Lucky entrou no Guinness Book (Livro dos Recordes) por ter sido fotografado com 363 figuras públicas, como Bill Clinton e Kim Kardashian.
  12.  O Maltês é a 7ª raça mais popular no Brasil.
  13.  Os pelos precisam ser escovados diariamente, de preferência com escova de pinos ou um pente de aço inoxidável.
  14.  A raça pode ter alguns problemas de saúde, como:
  • Ansiedade da separação - por serem muito apegados aos tutores, podem latir muito por esse motivo
  • Atrofia progressiva da retina
  • Espirro reverso
  • Hipoglicemia
  • Luxação de patela
  • Obesidade - possuem um metabolismo mais lento, por isso precisam de uma rotina de exercícios e alimentação controlada
  • Problemas cardíacos - persistência do canal arterial
  • Problemas de pele
  • Problemas hepáticos.
  1.  A expectativa de vida do Maltês é de 15 anos.

Além de trazermos conhecimento para você, nós conseguimos te ajudar no controle da saúde do seu pet.Faça seu cadastro aqui e veja como é fácil. Ah! É gratuito!

Postado em
April 12, 2022
na categoria
Raças

Mais artigos em:

Raças

ver todos