O

que é Giárdia?


A Giárdia, ou Giardíase, é uma doença causada pelo protozoário Giardia lamblia, um organismo microscópico considerado um parasita. Ele se aloja no trato intestinal dos cães e gatos e afeta as células que vivem por ali, desencadeando uma série de sintomas e, em alguns casos, complicações mais graves.


A Giárdia possui duas formas: os trofozoítos, que vivem no trato intestinal de forma natural e sem complicações, e o cisto, a forma infectante que leva à Giardíase. A doença é transmitida pela ingestão dos cistos de Giárdia: que são liberados nas fezes e também podem estar presentes na água e em alimentos. 


Importante: a Giárdia é considerada uma zoonose, o que significa que ela também pode ser transmitida para humanos e parasitar o seu intestino. 


Sintomas da Giárdia


Como a Giárdia afeta o sistema intestinal do animal, os sintomas mais comuns estão ligados à sua alimentação, peso e fezes. Confira os principais sintomas da giárdia canina:


  • Diarreia e vômitos
  • Desidratação
  • Perda de apetite
  • Perda de peso
  • Fezes com cheiro forte
  • Presença de sangue e muco nas fezes


Quando os bichinhos de estimação apresentam sintomas como estes, é muito comum que fiquem apáticos e não queiram brincar ou explorar o ambiente durante o dia. Por isso, atente-se caso suspeite de que o seu pet está com Giardíase para fazer o diagnóstico com antecedência e evitar complicações, como uma desidratação mais severa, por exemplo.


Meu pet está com Giárdia, o que fazer?


O primeiro passo, caso identifique algum dos sintomas acima, é levar o seu peludo à uma clínica veterinária. Os profissionais poderão fazer o diagnóstico correto, que pode envolver alguns exames e a avaliação do animal para detectar a presença dos cistos de Giárdia nas fezes.


Se o diagnóstico for confirmado, dependendo da progressão da Giardíase no corpo do pet, alguns medicamentos podem ser indicados a fim de combater os sintomas e melhorar o quadro de saúde em geral do animal. 


O próximo passo é manter o ambiente sempre higienizado para evitar a transmissão da doença para outras pessoas e animais. Manter a hidratação do pet nesse período também é essencial para evitar quadros de desidratação.


Como prevenir a Giárdia


Como dissemos neste post, os cistos da Giárdia são os grandes responsáveis por sua transmissão. Eles são organismos muito resistentes e, por isso, podem sobreviver por até meses no ambiente


A primeira forma de prevenção, é, portanto, manter o ambiente sempre limpo! Evite deixar acumular fezes dos animais no ambiente, na caixinha de areia, além de manter a higiene dos locais de descanso e circulação, das vasilhas de comida e água.


Importante: evite manusear objetos e alimentos que podem estar contaminados sem sua higienização correta. Invista em luvas descartáveis se possível e, ao terminar, não deixe de fazer a limpeza das mãos e não leve-as à boca.


Ao sair com seu cão para outro ambiente, como uma praça, por exemplo, não permita que o animal cheire ou faça a ingestão das fezes de outros animais. Elas podem estar contaminadas com cistos de Giárdia e provocar a doença em seu aumigo


Com os gatos o cuidado deve ser de não deixá-los ir para outros ambientes onde eles podem ingerir os cistos lambendo as patas para limpá-las após caminhar em terras contaminadas de fezes de outros gatos e até de cães.


Além disso, outra forma de prevenção é promover ao seu pet o uso de vermífugos regularmente. Isso criará uma certa barreira de proteção e irá impedir, em alguns casos, a contaminação pelo protozoário.


Os tutores podem encontrar no mercado inúmeras opções de vermífugos: sejam eles líquidos ou sólidos. Verifique com um veterinário qual tipo e dose são mais indicadas para o seu pet, o que também vai depender da aceitação do animal para a ingestão do medicamento.





E então, você está seguindo todos os passos para a prevenção da Giárdia em seu pet? Hora de tirar os itens de limpeza do armário e dar uma geral no ambiente! Além disso, promova passeios mais seguros e não deixe de manter a vacinação do pet em dia.


Precisa de ajuda com essa última tarefa? Cadastre o seu pet no assistente virtual Guiavet. É rápido, prático e totalmente gratuito!


Tem alguma outra dúvida sobre a saúde do seu pet? Manda pra gente!


Postado em
January 28, 2022
na categoria
Saúde

Mais artigos em:

Saúde

ver todos