O

que é a insuficiência renal


Primeiro, é preciso entender um pouco mais sobre o funcionamento do rim. Assim como nos humanos, ele é responsável por filtrar o sangue do animal e proporcionar um certo equilíbrio entre os fluidos e os minerais absorvidos na alimentação, além de eliminar resíduos da corrente sanguínea.

A doença pode ser causada por origem genética e começa a aparecer no bichinho em seu envelhecimento natural, já que o rim vai se desgastando com o passar dos anos. Ela também pode estar associada a outras doenças, como diabetes ou outras infecções renais e problemas hormonais.

Algumas raças estão mais propensas a desenvolver a doença. Nos cachorros, ela pode ser mais comum no Beagle, Bull Terrier, Rottweiler, Lhasa Apso, Pastor Alemão, Poodle, e Pug. Já nos gatos ela é mais comum nas raças Siamês, Persa, Birmanês, Abissínio e Ragdoll.

É importante ficar de olho na alimentação do seu bichinho. Alguns alimentos podem acelerar o quadro de insuficiência renal, então evite dietas com excesso de fósforo, sódio e proteínas. Confira esse post e invista em uma alimentação natural para o seu pet!


Sintomas da insuficiência renal


Como saber que o seu pet está apresentando sinais de insuficiência renal? 


Os sinais clínicos, aqueles que conseguimos identificar, demoram um pouco para aparecer. Isso acontece porque os rins tendem a compensar o trabalho um do outro e, com isso, retardam os efeitos no corpo do animal.

Por isso, é sempre importante ter as consultas ao veterinário sempre em dia, certo? Agora, confira alguns sintomas que são característicos da doença para redobrar a atenção:

  • Seu pet vai beber mais água (polidipsia) e fazer mais xixi (poliúria)
  • A doença afeta o humor, o que faz o animalzinho ficar mais apático
  • Vômitos e mau hálito
  • Perda de peso
  • Perda de apetite e fraqueza


Caso você note um ou mais sintomas dentre os descritos aqui em cima, leve o seu pet a um veterinário de confiança imediatamente para fazer o diagnóstico correto.


Como cuidar do seu pet


Todo cuidado começa na identificação e observação por parte do tutor. Fique sempre de olho em seu pet e no aparecimento de algum comportamento ou sintoma fora do normal. 

O primeiro passo é passar em um veterinário, que irá pedir alguns exames como sangue, urina e ultrassom abdominal. Eles servem para avaliar a saúde do animal e identificar o quadro.

Caso a doença seja encontrada, o tratamento será iniciado e alguns cuidados serão envolvidos na rotina do animal com o objetivo de recuperar o bom funcionamento do rim. Eles vão desde medidas simples, como aumentar a hidratação e cuidar da suplementação alimentar até a necessidade do uso de medicações para tratar os sintomas.

Em casos mais avançados, também poderá ser indicada uma diálise, que irá ajudar na filtragem do sangue do seu pet para que ele se recupere ainda mais rapidamente.

Mas não se preocupe! A maioria dos tratamentos podem ser feitos em casa pelo tutor sob a orientação de um médico veterinário. O importante é iniciar o tratamento o quanto antes e cuidar bem do animal.


Insuficiência renal tem cura?


A insuficiência renal pode ser crônica ou aguda. Quando crônica, não há cura e o acompanhamento veterinário deve continuar por toda a vida. Entretanto, quando aguda a doença tem cura através do tratamento correto.

Tem alguma outra dúvida sobre a saúde do seu pet? Manda pra gente!


Postado em
November 18, 2021
na categoria
Saúde

Mais artigos em:

Saúde

ver todos