H

Apesar do cão e do gato terem suas diferenças e isso contribuir para gerar um atrito entre esses dois pets, é cada vez mais comum, casos em que essas duas espécies vivem em harmonia. Tudo indica que essa amizade não é impossível de acontecer, porém, ela precisa de um empurrãozinho dos tutores.

Caso você tenha interesse em saber como tornar essa amizade possível, confira nossas dicas abaixo!



O primeiro encontro:


Esse momento é muito importante para que essa amizade dê certo, não deixem os pets soltos pela casa, o ambiente não pode estar uma loucura!

Isole um pet, enquanto o outro circula pelo ambiente, depois inverta as posições, dessa maneira você irá deixar um sentir o cheiro do outro, antes de se conhecerem cara a cara. Essa preparação é fundamental para que os pets se acostumem, um com o outro de pouquinho a pouquinho para que quando eles realmente se conhecerem seja um momento menos estressante para ambos.

Durante o grande encontro, deixe o canino preso ou atrás de um portão, com o gatinho no colo permita que seu cachorro cheire ele ( se possível conte com alguém para segurar o outro animal). Se ele se comportarem bem, faça agrados com carinhos e recompensar para ambos, se houver uma animosidade entre eles, chame a atenção, mas não aplique punições!


Cada pet deve ter suas próprias coisas!
Cada um deles, deve se sentir especial e amado, tendo seu espaço individual e seus objetos individuais para que sejam evitadas brigas.


Dica para você que está querendo aumentar a família.


Na maioria das vezes apresentar dois filhotes, ou um filhote de cachorro a um gato adulto, ou um filhote de gato a um cachorro adulto é muito mais fácil, pois os filhotes tendem a ser menos agressivos e menos territorialistas.  Quando são mais novinhos são mais abertos a novas amizades!


Atenção, tutor!

O processo pode demorar, você vai precisar ter paciência e dedicação, cada pet possui o seu tempo  e sua personalidade e você deve respeitar isso.

Agora humano, você precisa estar ciente que  certas amizades podem não dar certo e pelo  bem de todos não deve ser forçada uma situação. Reconhecendo isso, busque outras táticas e procure a ajuda de  um médico veterinário especializado em comportamento animal para de orientar!

Postado em
July 13, 2021
na categoria
Comportamento

Mais artigos em:

Comportamento

ver todos