O

rigem


A raça Akita Inu é de origem japonesa e surgiu em áreas montanhosas do país. Naquela época, esses cães eram muito usados para caçar ursos e javalis devido a sua coragem e habilidades. Além disso, por serem animais fortes eram comumente vistos como cães de briga.


Isso os levou à província de Akita, no Japão, dando origem ao seu nome. A raça se popularizou nesse local e, como os tutores os usavam como cães de briga, começaram a fazer cruzamentos com raças maiores para modificar geneticamente o Akita e torná-lo mais forte e imponente.


No entanto, com o passar do tempo e esses cruzamentos, a raça foi perdendo suas características originais, como sua orelha pontuda e a cor da sua pelagem. Vendo isso acontecer, os japoneses voltaram a fazer cruzamentos com a raça que originou o Akita para retornar às suas características anteriores. 


Com o fim da cultura de brigas entre cães e a chegada da Segunda Guerra Mundial, a raça quase foi extinta no Japão. Após a Guerra, o Akita foi para o Ocidente e começou a popularizar-se em todo o mundo, tornando-se uma das raças mais famosas por aí.


Características físicas


Como o cão surgiu e se desenvolveu nas regiões montanhosas do Japão, o clima frio fez com que a raça tivesse uma pelagem densa para protegê-los. Os pelos geralmente são castanho-avermelhados, mesclados ou sésamo, com extremidades brancas ou pretas.


A cabeça do Akita é larga, com olhos pequenos e orelhas pontudas. Ele é um cão de grande porte, com uma postura firme que reflete sua força e habilidades de caça. Sua cauda é grossa, com muitos pelos e enrolada sobre as costas.


Ah, e como o Akita é um cão grande, ele precisa de bastante espaço! Por isso, pode não ser o aumigo ideal caso você more em um apartamento, por exemplo, ou tenha pouco espaço para o animal viver.


Personalidade


O Akita é um cão reservado, um pouquinho tímido e mais independente. Por isso, ele não costuma se animar muito em brincadeiras pela casa. No entanto, precisa gastar sua energia com caminhadas frequentes.


Considerada uma raça dócil, esses cães são extremamente fofos, amigáveis e carinhosos. Eles buscam proteger os seus tutores e serem territorialistas no ambiente em que vivem.


Seu contato com crianças e outros animais deve ser sempre feito com cuidado. Isso acontece pois, como o Akita não tem muita tendência de brincar e pode se irritar com algum comportamento e reagir. Ah, e o cuidado deve ser redobrado caso animais de pequeno porte convivam no mesmo ambiente, já que o instinto caçador sempre acompanhará o Akita.


Dica: o ideal é que os tutores treinem o seu Akita filhote para que ele possa socializar-se bem quando se tornar um cão adulto.


Curiosidades


  1. O Akita americano é uma variação da raça que permaneceu com os genes de cães maiores que deram origem a diferentes características no animal.


  1. Na Segunda Guerra Mundial, a raça quase foi extinta devido ao racionamento de alimentos no Japão.


  1. Este cão não costuma latir muito, sendo mais reservado.



E então, o que achou de conhecer mais sobre o Akita? Tenho certeza que você se apaixonou pela raça. Caso se torne um tutor de Akita, atente-se aos cuidados necessários para manter o seu pet com a saúde e a higiene sempre em dia.


Ainda tem alguma dúvida sobre a raça? Manda pra gente!


Postado em
December 27, 2021
na categoria
Raças

Mais artigos em:

Raças

ver todos