A

melhor forma de acompanhar a saúde do seu pet de pertinho é fazer consultas regulares a um veterinário. Dessa forma, possíveis problemas de saúde podem ser identificados com antecedência para que o cuidado do seu bichinho comece o quanto antes. Mas como tirar um bom proveito da consulta? Vem que tem 5 dicas pra você!


5 dicas para melhorar a consulta do seu pet


As idas ao veterinário são grandes aliadas para manter a saúde do seu pet em dia, seja ele um cão ou gato. No entanto, muitas dúvidas surgem na hora de levar os animais à clínica e isso é super comum. Para te ajudar nesse desafio, o Guia Vet consultou um especialista e trouxe 5 dicas para melhorar a consulta do seu pet! Confira:


1) Vá à clínica e mantenha a frequência


O primeiro passo para uma boa consulta é ir na consulta! Muitas vezes, com agendas apertadas e compromissos surgindo de todos os lados, deixar de levar o pet à clínica veterinária é uma verdadeira tentação.

Os tutores devem separar um tempinho para cuidar da saúde de seus pets levando-os às consultas regularmente. Nada de ir somente em urgências, ok? Você poderá estabelecer a periodicidade ideal para ir às consultas e manter essa frequência preventiva.

Fazer visitas regulares ao veterinário é uma forma de monitorar de pertinho como anda a saúde do seu pet, evitando surpresas desagradáveis e situações em que o seu animal precisará de cuidados mais urgentes e até arriscados.


2) Comunique-se bem


Ao chegar no consultório, o primeiro passo é estabelecer uma boa comunicação com os profissionais que irão examinar o seu pet. Por isso, tente se tranquilizar, caso seja uma urgência, e passe todas as informações necessárias de um jeito simples e claro.

Enquanto tutor, você é responsável por acompanhar o seu pet em seu dia-a-dia e sabe melhor do que ninguém sobre os seus comportamentos e quando a saúde do seu cão ou gato não está tão legal.

Por isso, você deverá passar os detalhes caso tenha observado comportamentos diferentes e até mesmo indícios de sintomas. Deixe bem claro os motivos de ter levado o seu pet para a clínica, mesmo que seja uma consulta de rotina.


3) Atente-se ao diagnóstico


É muito importante ouvir todas as instruções que o especialista da clínica veterinária passar com muita atenção. Como alguns casos são mais complexos, atentar-se aos mínimos detalhes pode fazer a diferença na hora de cuidar do seu pet. 


Dica: leve um bloco de notas e anote o que achar necessário. Você poderá anotar diagnósticos, recomendações e prescrições para não perder essas informações na memória.


Em alguns casos, o veterinário irá sugerir rotinas de cuidado e o uso de medicamentos também. Não saia da clínica sem estar com tudo memorizado (ou anotado) para que, quando você assumir os cuidados do pet em casa, faça tudo corretamente para não ter erro!

E o principal segredo é: faça perguntas! Não saia da clínica levando uma dúvida com você. Caso o diagnóstico ou as prescrições de tratamento não tenham ficado claras, pergunte quantas vezes precisar e deixe tudo bem entendido.


4) Compre os medicamentos necessários


Ao final do atendimento, o veterinário poderá indicar algum medicamento para que a saúde do animal se recupere. Não deixe de comprar o que foi prescrito para ajudar no processo de recuperação, cãobinado?


Importante: Isso também vale para suplementos alimentares ou outros itens que ajudarão o seu pet a se recuperar, se for o caso.


5) Faça os retornos


Algumas vezes, será preciso voltar à clínica veterinária para uma consulta de retorno. Essas consultas são recomendadas quando o seu pet precisa de uma nova avaliação do quadro de saúde após algum tempo, seja para analisar o efeito das prescrições ou até mesmo acompanhar a evolução do quadro de saúde.

Para tirar o melhor proveito da consulta, o retorno é essencial para ter um feedback de como o seu pet está reagindo ao tratamento. Do contrário, a primeira consulta pode até não chegar a nenhuma conclusão. 

Agora já dá pra se preparar para a próxima vez que for levar o seu cão ou gato ao veterinário, certo? Não se esqueça: a comunicação é sua melhor amiga nessas ocasiões. Assim, você se atenta a todas as informações passadas pelo especialista e também o deixa por dentro do quadro de saúde do seu pet.


Ah, e sempre é bom lembrar que existem algumas unidades públicas de atendimento veterinário gratuito. Confira na prefeitura da sua cidade e não deixe de cuidar da saúde do seu animal.


Ficou com alguma dúvida sobre cuidados com a saúde do seu pet? Entre em contato!

Postado em
January 16, 2022
na categoria
Saúde

Mais artigos em:

Saúde

ver todos