N

ão tem coisa melhor que um pão acompanhado de um cafezinho pela manhã, né? O cheiro e o sabor desse alimento podem ser irresistíveis ao seu pet, mas será que você pode dar pão para cachorro? O Guia Vet consultou um especialista e te trouxe a resposta. Descubra!


Pode dar pão para cachorro?


Muitos tutores se pegam pensando se pão faz mal para cachorro. A verdade é que essa dúvida é muito comum, embora existam conflitos sobre a resposta certa. Em resumo, o pão não faz mal para o seu animal, desde que oferecido com moderação e com alguns cuidados.


Por isso, a resposta é sim! Você pode oferecer pão para o seu cachorro (mas entre aspas).


O pão é um alimento muito rico em carboidratos, o que é sinônimo de energia pura! Por isso, ele não irá oferecer muitos nutrientes ao seu pet, mas trará uma boa dose de energia. 


Como todo carboidrato, o pão em excesso na dieta poderá levar o seu pet a ganhar mais peso e, se o consumo for muito frequente, o animal poderá desenvolver um quadro de obesidade. Suspeita de que o seu cãozinho está obeso? Confira esse post.


Pensando nisso, você só poderá oferecer pão ao seu cachorro em pequenas quantidades e de forma esporádica. Não é recomendado, por exemplo, oferecer mais que duas fatias de pão de fôrma por dia. Atente-se à essa regrinha para evitar problemas!


Dica: Evite adicionar outros acompanhamentos ao pão, como manteigas e geleias. Isso pode aumentar as calorias do alimento e prejudicar a saúde do seu pet.


Vale lembrar também que o alimento não poderá substituir a ração na dieta do seu pet. Uma boa ração continua sendo a melhor base alimentar para os cães, uma vez que ela fornece todas as vitaminas e nutrientes que o animal precisa no dia-a-dia.


Riscos de dar pão para cachorro


Como mostramos, o pão não oferece muitos riscos à saúde do seu pet se oferecido moderação. No entanto, ingredientes que aparecem em algumas receitas de pães podem ser tóxicos ao seu animal. Atente-se para não oferecer um tipo de pão que possa fazer mal ao cachorro.


Ingredientes como cebola, alho, alguns tipos de tempero, sal em excesso e o chocolate não são permitidos. Você também não deverá oferecer pães com açúcar ou xilitol, um tipo de adoçante usado no preparo de pães doces. O açúcar em excesso pode prejudicar a saúde do seu pet e levá-lo a aumentar o seu peso.


Uma outra restrição importante é que você não deve oferecer massa de pão crua. Ela irá "cozinhar" no estômago do seu aumigo, levando o seu sistema gastrointestinal a inchar e a absorver gases do processo de cozimento que não são saudáveis para o organismo.


A melhor saída, então, é apostar em pães integrais ou os famosos pães franceses, que também podem ter outros nomes dependendo da região do país. O pão integral, ao contrário dos demais, é mais rico em fibras e contém menos carboidratos, o que ajuda a reduzir alguns dos riscos do alimento para o pet.



Meu cachorro comeu pão, e agora?


Não há motivos para grandes preocupações, tudo bem? Como explicamos nesse post, o pão pode sim ser oferecido ao seu cão desde que você se atente aos seguintes passos:


  • Sirva em pequenas quantidades e raramente
  • Observe se há algum ingrediente tóxico na composição
  • Não sirva a massa crua
  • Não substitua a ração do cachorro por pão


No entanto, caso o seu pet apresente alguma mudança de comportamento ou sinal de que possa estar doente após comer pão, procure um veterinário imediatamente. Podem acontecer casos onde o cachorro é alérgico ao trigo, um dos principais ingredientes dos pães, e, assim, o alimento não poderá ser incluído na dieta do animal.



E aí, você sabia que pode dar pão para cachorro? Mas sempre com moderação, ok? O alimento pode servir como um petisco mais esporádico e vale lembrar que sempre existem mais opções de petiscos saudáveis por aí (e que não trazem riscos). Quer saber como prepará-los? Baixe o nosso e-book e aprenda!


Tem alguma dúvida sobre a alimentação do seu pet? Manda pra gente!


Postado em
December 22, 2021
na categoria
Alimentação

Mais artigos em:

Alimentação

ver todos